Pular para o conteúdo

Cuidado para não divulgar sua fotografia apenas nas redes sociais!

  • por

Conteúdo atualizado há 4 meses

Você já parou para pensar sobre quais ferramentas utiliza para divulgar sua fotografia, seu trabalho? Quando digo pensar, é verdadeiramente parar para a avaliar as possibilidades, descobrindo ganhos e perdas, para depois decidir o que fazer. Você já fez isso, ou simplesmente abriu uma conta nas redes sociais?

Muitos fotógrafos, especialmente os iniciantes, caem na ilusão de que ter um perfil bonito no Instagram é o suficiente para divulgar sua marca pessoal. Dependendo de como o trabalho for desenvolvido, pode sim dar excelentes resultados. Entretanto, não se pode esquecer que estes canais têm dono; e não é você!

A política de privacidade e uso de conteúdo das redes sociais vivem mudando e, às vezes, até causam dúvidas e geram alguns mitos. O fato é que todo conteúdo e informação compartilhada será sempre será sua, mas as redes podem estar pré-autorizadas a usar tudo o que for público como bem entender, sabia?

Isso não quer dizer que pretendem ganhar dinheiro com suas fotos, mas quer dizer que podem, por exemplo, apagar tudo o que você levou meses/anos para construir. E é aqui que pergunto: você divulga sua fotografia apenas nas redes sociais? Se a resposta for sim, saiba que você está fazendo tudo errado!

Então, convido você para uma reflexão profunda.

homem usando as redes sociais para divulgar sua fotografia
Entenda porquê você não deveria usar apenas as mídias sociais para divulgar sua fotografia

Tenha seu próprio canal para divulgar sua fotografia

O que você faria se descobrisse que seu Instagram perdeu mais da metade dos seus seguidores? Você acha impossível? Pois vou te contar uma história…

O Twitter (que agora se chama X) já foi a rede mais popular no Brasil, entre 2008 e 2011, quando ganhou a versão em português. E muitas pessoas conquistaram milhares de seguidores. Mas e agora? Será que estas mesmas contas continuam sendo relevantes?

Desde então, a rede já realizou diversas “faxinas”, excluindo contas suspeitas e até mesmo deixando de contabilizar contas privadas no número de seguidores. Assim, várias pessoas e empresas viram sua rede decair ao longo dos anos e até desistiram de lá. Mas e o conteúdo produzido, e o tempo e dinheiro investidos? Parece que foi pelo ralo.

Isso sem mencionar nas mudanças malucas que o novo proprietário, Elon Musk, está fazendo com a rede. Até planos para cobrar pelo uso da mídia ele tem – acredite se quiser.

Ou seja, não é porque uma rede social está dando muito certo hoje que ela permanecerá assim para sempre. Muitas pessoas, por exemplo, nem aguentam mais ouvir falar em Facebook. Algumas empresas estão até mesmo cancelando suas contas. Por que com o Instagram, ou qualquer outro canal, seria diferente?

Então, não é melhor investir seu tempo, esforço e dinheiro em algo que é realmente seu? Um espaço que não precisa de centenas de reais em anúncios para ser visto por seu público? Talvez você não saiba, mas menos de 1% dos seus seguidores no Instagram, por exemplo, recebem o conteúdo que você compartilha. Se quiser alcançar todos, você precisa investir em anúncios – não há outra maneira!

Portanto, reflita: nesse momento, seu esforço está dando mais retorno financeiro a você ou ao Zuckerberg?

Liberte-se dos números das redes sociais!

Uma das coisas que mais me incomodam nas redes é a eterna corrida por quantidade de seguidores, curtidas nas fotografias, inscritos etc. Em alguns casos a preocupação com apenas números é tão forte que a produção de conteúdo parece ficar automatizada, com tudo mais do mesmo.

As mesmas fotografias, com os mesmos filtros, o mesmo padrão de eventos etc. Essa dependência numérica acaba com sua criatividade, mas isso dá assunto para um outro post, não acha?

Números gordos nas mídias sociais não representam a melhor estratégia para divulgar sua fotografia!

Enfim, se for para se preocupar com algum número, que seja o do seu orçamento. Ao invés de sonhar com milhões de seguidores, sonhe com uma audiência qualificada, que verdadeiramente goste do seu trabalho, seja interativa e, consequentemente, contrate seu serviço fotográfico.

Quando você se libertar, perceberá que dá muito mais felicidade ser reconhecido por um bom trabalho do que por uma conta cheia de seguidores, mas sem nenhum engajamento.

Aceita um conselho?

Digo isso tudo para que você cuide melhor do seu espaço, ou, caso ainda não tenha, crie seu próprio canal de divulgação! Pode ser um website tipo portfólio, pode ser um blog, pode ser uma newsletter, pode ser um minisite ou o que você preferir, mas tem que ser seu!

É importante sim estar presente nas mídias sociais para divulgar sua fotografia, mas mais importante ainda é ter contato direto e o controle total da sua audiência em um espaço que seja seu! Esse é o primeiro passo que você pode dar para fazer marketing digital bem feito para seu trabalho em fotografia.

Para complementar um pouco isso tudo, vou deixar aqui um vídeo que gravei para o meu outro projeto sobre comunicação. Assista e entenda se ainda vale a pena ter um blog. E, se quiser, se inscreva no canal também, caso goste de aprender sobre o universo da comunicação.

Dê o primeiro passo para divulgar sua fotografia

Fico muito feliz por você estar lendo este post até aqui. Você pode concordar ou não com tudo o que eu disse, mas tenho certeza que concorda sobre a importância de ter um espaço seu para divulgar sua fotografia do jeito que ela merece. Então dê o primeiro passo!

Se você já tem um site, não o abandone e mantenha tudo atualizado. Caso não tenha nada e não sabe por onde começar, sugiro que faça um blog no WordPress, há opção gratuita para começar e é bastante intuitivo para aprender a usar.

No começo é sempre difícil, mas você só irá aprender fazendo a primeira tentativa. E não precisa ter pressa para deixar tudo pronto em pouco tempo. Tudo pode ser construído aos poucos, sem pressão, para que fique o melhor possível.

Agora, se você realmente não faz ideia de como divulgar sua fotografia, morre de medo de estragar tudo ou não tem tempo para investir num projeto assim, contrate alguém de confiança para te ajudar. Não há nada de errado nisso. Como freelancer, eu já criei diversos sites para clientes que estão muito satisfeitos e tendo resultados interessantes.

Vai lá e faz! Cuide do seu espaço, tenha controle da sua audiência e não dependa de ninguém para divulgar seu trabalho de maneira profissional. Se precisar de ajuda, é só comentar aqui no post ou me enviar uma mensagem no formulário de contato.

Boa sorte!

Deixe sua opinião!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *